Browsing Tag

series

Na TV: Black-ish

- series, TV

Esse post é pra você que como eu, assistiu e amou séries como Eu, a patroa e as crianças, Um maluco no pedaço e Todo mundo Odeia o Chris. Black-ish é uma sitcom americana que eu descobri por acaso essa semana no Netflix. A série mostra a vida de uma família negra americana, que tem tudo pra dar certo: um pai bem peculiar, uma mãezona workaholic, filhos que são um show a parte e o brilhantismo de Lawrence Fishbourne no papel de Paps, o avô que mora na casa da piscina.

blackish4Andre é um pai um tanto quanto vaidoso, que vive preocupado com o fato de sua família não ser negra o suficiente. Ele vive preocupado que seus filhos cresçam com um forte senso de identidade cultural, mas nessa sua paranóia diária, ele envolve a si mesmo e à sua família em muitas confusões e situações engraçadas.

blackish2
Me encantei e amei essa série, e preciso dizer, embora a série tenha recebido muitas críticas por tratar de um assunto bem polêmico: questões raciais, eu achei muito divertido! Estereótipos ou não, Andre e sua família vão te fazer dar boas risadas, você provavelmente vai se apaixonar pela maléfica Diane e vai querer todos os looks da Zoey.

A série Black-ish está disponível no Netflix na seção de Comédias.

O lado fashion de Scream Queens

- moda, series, TV

capa-postOi galera! Quem aí é viciado em séries de TV? Não precisa nem perguntar né? Todo mundo tem uma série favorita que é super viciado, e que não sabe ficar sem, não é verdade? Eu tenho as minhas favoritas, no momento estou assistindo Flash, How to get away with murder, Supergirl, e estou super viciada nessa série que é o assunto que eu vim falar com vocês, que é SCREEEEAAM QUEEEENNNSS!!!
Scream Queens é uma série nova da FOX cheia de cenários, figurinos e fotografia incrível. Eu estou amando! Verdade que já estava curiosa antes mesmo da série estrear, porque o elenco (com nomes como Lea Michele, Nick Jonas, Emma Roberts, Ariana Grande, Abigail Breslin e Diego Boneta) já me atraiu logo de cara. E quando vi as promos, fiquei logo babando nos outfits.

SCREAMQUEEN5

Todo esse ar de “Mean Girls” definitivamente me pegou. E gente, é bem assim mesmo. A série se passa em uma irmandade, que é comandada pela presidente Chanel Oberlin e suas cópias: Chanel n. 2, Chanel n. 3 e Chanel n. 5. A presidente Chanel tem uma personalidade que eu defino como Regina George psicótica, e consegue ser assustadora, genial, muito burra e engraçada ao mesmo tempo. Só vendo pra entender!

Mas o principal motivo que me faz assistir Scream Queens é de longe, como já disse no começo do post, o figurino da série, que foi a primeira coisa que me atraiu pra frente da TV, ainda na nossa viagem em Gramado, quando estávamos de bobeira no nosso apê temporário. Chanel Oberlin e suas cópias são rainhas da moda, e seus looks (apesar de extravagantes) são tudo o que a gente queria ter no nosso armário, começando pelo próprio closet da Chanel.

scream queen6

Muitos tons pastel e vários shades de nude compõe o guarda-roupa de Chanel e suas cópias, com acessórios incríveis e sapatos tão lindos que fazem a gente chorar na frente da TV, hahah. Os looks são todos grifados, já que as personagens são podres de ricas, e as produções são impecáveis, tipo time Blair Waldorf.

scream quenn4

Chanel n. 5 (Abigail Breslin), Chanel n. 3 (Billie Lourd) e Chanel n. 2 (Ariana Grande)

Aliás, falando em Waldorf, quem não reconhece a escadaria atrás das mocinhas aí na foto de baixo? Muito parecida né? A casa da irmandade tem uns ambientes muito parecidos com os da cobertura das Waldorf, e quem assistiu os primeiros episódios certamente reconheceu a cozinha que Blair fazia tortas com Dorota no episódio de Thanksgiving!

SCREAM QUEEN3

 A cada dia vejo mais look lindos e fico querendo tudo! hahaha A personagem que eu mais curto o estilo é a própria Chanel. Os looks dela tem mais consistência, acessórios super em alta, e apesar de sempre ter uma peça super extravagante, são super adaptáveis e menos caricatos que as demais personagens, como por exemplo, suas cópias. Se eu fosse podre de rica certamente usava tudo que elas usam, sem nem ligar pro que todo mundo pensa 😛

SCREAM QUEEN1

SCREAM QUEENS2

Deixo a dica pra quem tá procurando uma série nova (e pra quem não está também) de ir dar uma olhada em Scream Queens. Dá pra assistir online, como todas as séries, mas também passa na FOX, toda segunda à meia-noite. Aqui em casa tem dobradinha: marido vê TWD e eu vejo Scream Queens logo em seguida.

Sinopse:

Scream Queens mistura humor, mistério e terror em uma série que é simplesmente demais. A irmandade Kapa Kapa Tau, como qualquer casa de garotas em um filme feito para garotas, tem muitos mistérios e segredos, escondidos a sete chaves sob a mão firme da presidente Chanel. Mas isso tudo está prestes a mudar com a chegada das novas calouras e de um visitante um tanto quanto indesejado: o demônio vermelho.

SQ_Publicity_004_RGB_V8_hires1.0.0

É uma comédia leve, tem figurinos incríveis e que você fica tentando descobrir a cada episódio, a cada pista, quem é o dito demônio e porque está matando os alunos da universidade. Os personagens são divertidíssimos e muito carismáticos, e com isso, vale a dica: a trama é muito mais comédia do que terror.

Na TV: Orphan Black

- series, TV
Olá gente bonita! Como foram de fim de semana? Por aqui, muitas atividades, quase sem tempo pra descansar, mas com certeza muito feliz! A dica hoje é pra quem, como eu, adora séries de TV. Há uns dias atrás, descobri essa série, que foi lançada em 2013, que se chama Orphan Black. Como não sou do tipo que liga pra seriados e filmes de ficção científica, não dei muita bola pra série e deixei pra lá. 
Mas um dia desses, conversando com uma colega de trabalho, ela me contou que estava gostando muito da série e que realmente era boa. Como temos um gosto parecido pra TV, dei uma chance e decidi acompanhar, e não me arrependi. 
A série começa com a história de Sarah Manning, uma órfã de 20 poucos anos com um uma vida bem conturbada. Ela vê, por acaso, o suicídio de uma mulher que tem o rosto exatamente igual ao seu, a detetive Beth Childs. Meio perturbada, Sarah rouba a bolsa da mulher e foge, com a intenção de roubar o dinheiro na conta bancária de Childs e usá-lo para começar uma nova vida com seu irmão adotivo Felix Dawkins e sua filha de 7 anos, Kira. 
Só que Sarah acaba usando a morte de Beth para se livrar de seu ex-namorado, um traficante de drogas chamado Victor, assumindo a identidade da policial. O que ela não imaginava era que ao fazer isso, ela descobriria que faz parte de um experimento científico, se envolvendo em toda uma conspiração sobre clonagem humana. E é aí que a coisa começa a ficar boa. 
Helena, Cosima, Sarah, Rachel e Alison
Com o tempo você vai descobrindo novos clones da Sarah, cada uma com a sua identidade e características próprias. Temos Cosima, uma bióloga nerd, Alison, uma dona de casa toda certinha pero no mucho e Helena, que a gente odeia no começo, mas depois começa a amar, e tantos outros que vão aparecendo pelo caminho. 
A atriz principal da série, Tatiama Maslani, na minha opinião está de parabéns. Não deve ser nada fácil fazer tantas personagens tão diferentes ao mesmo tempo, e de uma forma tão cativante. Sobre simplesmente vai amar  o Clube das Clones. E de uma forma geral, todos os personagens são envolventes, e se eu fosse falar sobre todos os rolos da série aqui, teria que fazer uns 2 posts e continuaria falando. 
Por isso, minha única recomendação vai ser: assistam! Assistam pelo menos 2 episódios antes de desistir, porque a série é de fato muito boa. Palavra! hahaha Espero que vocês curtam a série tanto quanto eu, e se você já assiste/assistiu me conta sua opinião nos comentários! Beijos no coração e até a próxima! 

Preview da 6a temporada de Gossip Girl

- moda, series, TV
Gente, não adianta nem reclamar, GG perdeu o fio da meada mesmo e desandou de vez quando começou toda aquela coisa de NYU e stuff. Nunca mais foi legal, e eu assisti a toda uma quarta temporada esperando por uma reviravolta que fizesse tudo melhorar e voltar a ser a série mais apaixonante e viciante que eu já assisti na vida (leia-se 1a e 2a temporadas), mas isso nunca aconteceu. Mas como fanzoca de Blair Waldorf que sou, tou sempre dando uma espiada nos fansites pra conferir de perto o estilo da eterna rainha B. que também andou desandando por uns tempos, diga-se de passagem. 
Esse fim de semana, nas minhas andanças pela web, me deparei com diversas fotos da 6a e última temporada da série, e os looks realmente estão muito legais, em especial os da nossa bitch favorita, S. e olha que eu nunca curti os look da Serena por achar que é sempre “too much”. Mas essas fotos que eu vi tem mostrado o estilo dela mais maduro e muito mais fashionista, e eu adorei. Dá uma olhada:

Na TV: 2 Broke Girls

- series, TV

 Sem dúvida 2 Broke Girls tem sido uma das minhas séries favoritas. Agopra que terminei as temporadas de Glee, TBBT, New Girl e Suburgatory, andava órfã das minhas séries favoritas. Por acaso estacionei na Warner esses dias e comecei a ver o primeiro episódio da série, já que a Warner neem repete quase as temporadas das suas séries, né? O fato é que eu nunca tinha assistido 2 Broke Girls por um pouco de preconceito mesmo, as edições que a Warner faz para as chamadas faz parecer que o humor da personagem Max é muito escracho e vulgar, mas na verdade a série é bem legal e não tem nada disso.
A série conta a história de Max e Caroline, duas garotas que trabalham numa lanchonete no Brooklin. Caroline é uma menina rica que perde toda a sua grana porque seu pai está envolvido numa fraude e foi parar na cadeia. Ela decide então procurar um emprego num lugar longe de todas as pessoas que conhece e costumava conviver, e vai parar na lanchonete de Han, onde Max trabalha. Max oferece sua casa para Caroline ficar, e elas acabam morando juntas. 
A diferença de cultura das duas garotas  é sem duvida o tempero da série, o que nos faz rir o tempo todo. As duas meninas são muito divertidas, cada uma ao seu modo, Caroline, toda patricinha, formada em Administração, acostumada a frequentar os melhores restaurantes, desfiles de moda, e lugares badalados e Max, garçonete, filha de mãe solteira, viciada, aprendeu a se virar sozinha e totalmente dura. A gente se identifica um pouco com cada uma delas, até porque ninguém é caricato ao ponto de ser totalmente igual a uma delas. Esse exagero também faz a gente se divertir muito, porque enquanto Max é totalmente irônica, realista e pessimista, Caroline é totalmente o oposto disso. 
As duas se unem para montar uma loja de cupcakes caseiros feitos pela Max, e esse é o gancho da série. Caroline usou seus conhecimentos em Administração para estabelecer uma meta de quanto dinheiro é necessário para que elas possam abrir a loja, e cada episódio mostra, entre outras coisas, tudo o que elas fazem para arrecadar esse montante. Ao final de cada episódio podemos ver quanto dinheiro elas já tem, às vezes um pouco mais, ás vezes um pouco menos, exatamente como acontece com qualquer uma de nós quando quer juntar uma grande quantia em dinheiro. 
Super recomendo a série pra quem quer dar umas risadas e descontrair um pouco. 2 Broke Girls não tem glamour, não tem looks pra gente copiar, não mostra o lado legal de Nova York, nem nada disso a que estamos acostumadas a ver em séries feitas para garotas, mas mesmo assim tem muito em comum conosco, garotas comum se virando no mundo. Eu já virei fã e acho que quem assistir vai se tornar também! 2 Broke Girls passa toda segunda, às 21h, na Warner Channel, canal 44 da SKY e 47 da NET.