Browsing Tag

filme da semana

Filme da semana: Água para elefantes

- filmes, TV
Fazia um bom tempo que eu não sentava e via um filme. Um bom tempo mesmo. Esses dias, depois de tomar uma baita chuvarada voltando do supermercado, eu e o gordo nos encolhemos no sofá e fomos dar uma espiada na programação da TV. Por um milagre, era um daqueles dias em que estava passando vários filmes que a gente não tinha visto, e nossa escolha foi Água para elefantes, com Robert Pattinson e Reese Witherspoon. Confesso que um dos grandes motivos que me levou a ver o filme foi os atores principais. Sempre quis ver Rob em outro filme que não fosse Twilight, pra saber se o brotinho é mesmo bom ator. E Reese é uma das minhas atrizes favoritas ever, já vi todos os filmes que ela fez, até aquele episódio de Friends que ela faz a irmã da Rachel. 
O filme, na minha humilde opinião, é muito bom sim, e diferente do que eu esperava, é muito mais do que um romance água com açúcar, ou de um melodrama típico. A história não é assim, mega envolvente, mas te prende ao filme e você fica com vontade de ver o filme até o final, que eu não foi o que eu esperava. Foi muito bom ver o Robert sem aquele ar sombrio e insosso do vampiro Edward e também contracenando com uma atriz de verdade, e não com um robô (leia-se Kristen Stewart).A elefanta Rosie é uma graça, e rouba a cena muitas vezes durante o filme. 
No final, me surpreendi por ter gostado tanto do filme, exatamente por esperar tão pouco dele. Recomendo pra quem gosta de romance, mas sem ser melado. É um filme bom pra ver com namorado, marido, ficante, já que eles não gostam muito das nossas queridas comédias românticas, ou até mesmo sozinha. Assisti e recomendo. aliás, ainda deve estar na grade de programação de algum dos Telecines. Vale a pena conferir.
Água para elefantes (Water for elephants)
Reese Witherspoon, Robert Pattinson, Christopher Waltz
Drama, EUA, 2011
Jacob Jankowski (Hal Holbrook) já passou dos 90 anos e não consegue esquecer seus momentos da juventude nos anos 30, período difícil da economia americana, que o levou a trabalhar num circo. Foi lá, enquanto era jovem (Robert Pattinson) e ex-estudante de Veterinária, que ele conheceu a brutalidade dos homens uns com os outros e também com os animais. Mas foi lá também que encontrou a mulher por quem se apaixonou: Marlena (Reese Whiterspoon) era a Encantora dos Cavalos, a principal atração e esposa do dono do circo, August (Christoph Waltz), um homem carismático, mas extremamente perigoso quando suas duas paixões estavam em jogo.

Filme da semana: Meu malvado favorito

- filmes, TV
Tá, eu sei. Não é nenhuma novidade. Será? Ou será que você, como eu, passou reto por esse filme na locadora só porque era desenho animado? Eu sou fã de animação, adoro mesmo e vejo tanto quanto filmes feitos para “gente grande”. O fato é que um desses dias que a gente não tem nada de bom pra assistir, passei pelo Tele Cine e tava pra começar. Acabei assistindo. E amando. E assistindo de novo (pq os filmes neem repetem no Tele Cine). O filme é muitobonitinho e a gente fica mega cativado tanto pelo malvado Gru como pela minuscula Agnes, sem falar nos bonequinhos amarelos fofinhos. Sabe aqueles dias de chuva que a gente tá sem o namorado e só quer ver um filminho? Fica a dica, duvido você não se apaixonar também.
ssdsadad
MEU MALVADO FAVORITO (Despicable me)
EUA, 2010
Steve Carrel, Leandro Hassum, Jason Segel.
rererererer
ererererer
A pirâmide de Gizé foi roubada, sendo substituida por uma imensa réplica inflável. O  feito é considerado o roubo do século, e isso mexe com o orgulho de Gru. Desejando realizar algo ainda mais impressionante, ele decide roubar a Lua. Para isso, ele conta com a ajuda dos minions, seres amarelos que trabalham como seus ajudantes, e Dr. Nefario, um cientista. Mas para esse roubo, ele terá que tomar o raio encolhedor de seu inimigo, Vetor. Sem conseguir invador a fortaleza de Vetor, Gru elabora o plano perfeito quando vê as três órfãs Margo, Agnes e Edith entrarem no local para vender biscoitos. (via adorocinema.com)
Deixo aqui dois trailers do filme pra vocês se apaixonarem também, hahah. Preparem os baldes de pipoca e corram na locadora! Beijos!

Filme da semana: Alice in Wonderland

- filmes, livros, TV
Só porque ontem por mero acaso o tio do cinema deixou a gente pagar meia sem levar a carteira de estudante porque a besta aqui esqueceu de levar e eu pude FINALMENTE ver Alice *——————-* Ai meu deus como eu amei ver Alice… Eu ficava me lembrando das gravuras do meu livro que eu carregava pra cima e pra baixo, um livrinho amarelo de uma coleção  sa Disney que eu ganhei e que não existe mais [que dó] que eu amaaaava ficar lendo. Achei a foto de uma coleção igual à minha, que eu ganhei quando aprendi a ler. *-*

O filme é muito bom, embora seja meio doido, mas isso é uma caracteristica dos filmes do Tim Burton. Mesmo eu seriamente achando que fui influenciada pela alicemania, gostei muito do filme, do começo da história, e da contextualização de uma alice adulta, já que na minha cabeça Alice é  e sempre será uma menina de avental branquinho sentada debaixo da árvore. Engraçado era explicar os personagens pro gordo durante o fime. O fabinho não tinha livros de história quando criança, e nem vídeo cassete. Então ele não conhecia a história da Alice. Assim como ele não conhece a historia da Bela e a Fera, nem do Peter Pan nem nenhuma dessas histórias, que agora ele conhece, graças a minha falta de maturidade e amor total por contos de fada e tals. Adoro compartilhar essas coisas com ele, e nessas horas a gnte totalmente volta a ser criança, lembra de como é bom sentar um pouquinho e assistir esse mundo de fantasia, se deixar levar e acreditar que sempre vai ter um final feliz. Agora que a gente viu a Alice do Tim Burton, tenho que apresentar a verdadeira história da Alice pro fabinho, porque  pra quem nunca ouviu a história, o filme fica meio esquisito.

Filme da semana: Lua Nova

- filmes, TV
Bom, eu acho que eu já falei que eu moro no fim do mundo neeh? Pois é. Aqui chegou anteontem nos cinemas Lua Nova. E como a historia já está meio batidinha, eu só fui hoje pq terça-feira é dia de meia entrada. Confesso que fiquei muuito chocada com a quantidade de crianças com menos de 10 anos que foram assistir o filme. Tipo, eu nessa idade só queria saber de Barbie, a Estrela do Rock e A Pequena Sereia. Mas enfim, foi a primeira vez que eu vi o cinema lotado desde Twilight. O povo aqui gosta mesmo de vampiros.

Quando saiu Twilight eu me negava a ver o filme, porque eu tipo não curto filmees com vampiros nem livros de vampiros nem series de vampiros nem nada com vampiros. Mas o povo ficou obcecado. Um belo dia de chuva há umas 2 semanas atrás estava passando Crepusculo no Telecine. Como não era dublado nem nada, até parei pra ver um pouquinho. No final, fiquei lá duas horas com a bunda no sofa vendo aquele filme. Quem diria que o pobre Cedrico ia ficar tão gato? Sem falar naquele lobinho tudo-que-há-de-melhor-no-mundo que eu fiquei pedindo pra todo mundo me dar de Natal. Hey, Santa!, tô de mal contigo. Enfim, como não sou fã nem nada nunca li os livros da Saga, até porque eu sou muito preguiçosa pra ler. Por isso minha opinião é totalmente livre de comparações com a historia original, que as pessoas tanto amam fazer com livros que vão para as telonas. 
Não preciso dizer que a Kristen Stewart é bem esquisitinha né? E esse lance de querer viver perigosamente não combinou com a cara livre de expressões dela. Como uma pessoa que não sabe expressar emoções pode ser atriz? Triste, feliz, assustada, é sempre a mesma cara. Curti a Dakota Fanning fazendo a malvada e nem preciso dizer que o Taylor Lautner de cabelo curto é oooutra coisa né? No mais, a história não me convence e é certamente um filme que se não viesse baseado nos livros, seria só mais um filme adolescente irrelevante. Se um dia tiver paciência leio os livros, e talvez mude minha opinião, por enquanto, continuo achando irrelevante.

Filme da semana(passada): Confessions of a Shopaholic

- moda
Finalmente um post sobre isso!!! Não acredito que me esqueci, ganhei o filme semana passada. Presente do papai. [milagre, né?] Bem, o que eu achei do filme? Confesso que estava esperando mais do flilme, devido ao que todas as garotas estavam falando, e também pelo fato de eu estar agonizando na espera do filme, e mais ainda pelo tanto que me identifico com a Becky. Uma coisa maravilhosa demais é o filme ter um figurino da Pat Fields, que é muuito mega fantástica, e a Isla ser totalmente uma garota normal, sem aquele glamour e perfeição de protagonista do filme.
Agora estou mais do que doida pra começar a ler o livro no.2, que aliás vc pode baixar aki no blog, na parte dos extras, e eu tbm queria um filme parte 2, 3, 4, 5!!! Amo a Becky. Eu sou muuito parecida com esse lance de compras e contas, mas sempre dou um jeitinho da pagar, juro!! hahaha
Nunca entrei no SPC! Pelo menos até agora não… Mas confesso que é muuito difícil entrar numa loja e sair de mãos vazias. Meu namorado tem me ajudado com isso, agora que estou desempregada. Mas quando eu vejo sapatos a coisa fica séria… Aliás fas um mês que eu nõ compro sapatos. Isso é um orgulho. Mas se e visse aquela echarpe verde da Becky eu também compraria. Se eu fosse ruiva, claro. Amo ruivas de verde. No meu caso eu compraria uma rosa. Que dúvida né???
Bom, a Becky é ótima e eu recomendo pra todo mundo. Pras garotas como eu tentarem cair na real, e também pra se divertir bastante. Só não acreditem naquele enorme “HILÁRIO…” que vem escrito na capa. O filme é ótimo, mas não hilário. Taí a sinopse:


Os delírios de consumo de Becky Bloom
(Confessions of a shopaholic)
Isla Fisher, Hugh Dancy
2009/Touchstone pictures

Vivendo em New York, Becky deseja desesperadamente conseguir um emprego numa famosa revista de moda. Ela vê a sorte bater à sua porta quando descola um trabalho de redatora para uma coluna de finanças, em uma revista da mesma editora. Para sua surpresa, a Garota de Echarpe verde não só se tornou um sucesso como ela própria tornou-se a queridinha do gato que agora é seu chefe. Mas Becky tem um segredo que, se desvendedado, irá atrapalhar todos os seus planos.