Browsing Tag

canela

viagem

Viagem para Gramado – parte 2

Olá amores e amoras! Hoje eu vim continuar falando pra vocês como foi a nossa viagem para Gramado/Canela, cidade linda do meu coração! Quem tá chegando agora e quiser ler a parte 1, tá nesse post aqui, onde eu tô contando sobre o nosso primeiro dia na cidade. Hoje eu venho falar do nosso segundo dia, que apesar de amanhecer chovendo, fico lindaço por volta das 10h da manhã, e foi certamente  dia que mais aproveitamos!

Manhã de compras em Gramado

IMG_2804

IMG_2837

Gramado definitivamente não é uma cidade para se fazer compras, a não sr se você for tipo, rica. Então sabíamos desde o início que não seria uma viagem para comprar, e sim para passear muito e nos divertir. Mas a gente sempre acaba entrando em uma lojinha aqui, outra ali, e encontramos algumas pechinchas, tipo um suéter com estampa de ursinhos que eu queria há tempos por R$ 59,90 (também tinha o da Moschino) e umas canecas dos Simpsons por R$ 20,00 cada. Batendo perna mais um pouco encontrei um cachecol muuuito quentinho e uma touca super estilosa, tudo em lojinhas pequeninhas que a gente nem pensa em entrar, se vai pensando em comprar “roupas de Gramado”.

Terra Mágica Florybal

IMG_2845

Terra Magica Florybal

Fotinho do insta @ohtamy

Começamos a tarde em um parque muito legal, mas de boas só recomendo se você for com crianças. Eu e o marido fomos cheios de expectativas, e a verdade é que adultos não têm nada pra fazer por lá. As trilhas são bacanas, e dá pra tirar bastante fotos. Mas os “brinquedos radicais” são todos para crianças, então não sobra muito o que fazer quando você não acha um teleférico a coisa mais bacana do universo.

FLORYBAL1

O parque tem muitas trilhas, onde você vai passando por diversas “terras” mágicas. Temos os duendes, os guardiões da floresta, os dinossauros, seres mitológicos, etc. A parte mais bacana pra mim foi a dos dinossauros. Os bichos esculpidos em tamanho natural são muito legais, e tem alguns que se mexem quando você menos espera e te dão um susto. Também tem uns dinos bem mal-feitos, mas vi muitas crianças chorando de medo, então de repente eu possa estar sendo muito crítica. Na minha opinião, se você paga 40 reais pra entrar num parque, eles deveriam oferecer mais que trilhas de sobe e desce e esculturas de resina.

Website – Rodovia RS 466 Km 5, 1630 – Gramado/RS

Museu Hollywood Dream Cars

DREAMCARS

Pra quem ama carros antigos, esse é um lugar bacana pra se ir. Tem carros muito legais por lá: Cadillacs, Mustangs, muitos Ford antigões e umas motos Harley das antigas. Eu curto, acho lindo, os carros estão super preservados e vale o passeio. Você tem a opção de tirar fotos dentro dos carros (pagando, é claro) mas marido não quis enfrentar a fila, então não tiramos. Mas eu queria! Eles produzem o casal no estilo “Grease” e você tira uma foto num lindo Cadillac rabo-de-peixe cor de rosa. Adoro!

Website – Av. das Hortênsias, 4151 – Centro, Gramado/RS

Super Carros

super carros

Queria levar o marido nesse lugar desde que vi, cem anos atrás, a Fabi Santina pagar pro namorado uma voltinha numa  Ferrari e as fãs caírem de pau em cima dela fazer um vlog por lá com o namorado. Só que no vlog parecia um lugar muito legal, o que na verdade, não é. Hahahaha Nem o maridão curtiu tanto, ficamos 10 minutos dentro do lugar. A proposta é a mesma dos carros antigos, só que com “Super carros”. Você paga os mesmos 40 reais, entra num salão onde tem muitos carros bacanudos, tipo Lamborghini, Ferrari, etc. E pronto. Só isso. Se você quiser, pode pagar valores acima de 400 reais para dirigir um os carros por 8km. O-I-T-O-Q-U-I-L-Ô-M-E-T-R-O-S!!!!! Gente, cês sabem o tanto de maquiagem que eu compro com essa grana? No segundo andar ainda tem uma lojinha com produtos superfaturados das marcas Ferrari e etc. Foi o único passeio que não curtimos na viagem.

Website – Av. das Hortênsias, 4635, Gramado/RS

Minha dica é comprar o passaporte para os cinco museus da Dreamland (Museu de Cera, Hollywood Dream Cars, Motor Harley Show, Super Carros e Vale dos Dinossauros) e pagar 20 reais para entrar em cada um dos Museus, porque eles definitivamente não valem os 40 reais cobrados na entrada. São museus bacanas, mas pequenos.

Museu da Moda

MUSEU DA MODA GRAMADO

Outra direto insta @ohtamy

Pense numa pessoa ansiosa: era eu querendo conhecer o tal Museu da Moda. Gente, confesso que fiquei um pouco frustrada de saber que a entrada custava  70 dilmas, mas como eu estava lá pra passear e curtir, abri a mão e me joguei. O passeio é lindo! As roupas representam super bem todos os períodos históricos, desde antes de cristo até os dias atuais. Só achei uma judiaria não poder tirar fotos lá dentro! Queria documentar tudo pra vocês, mas infelizmente não foi possível. Também tava rolando (não sei se é algo temporário ou se está sempre lá) uma exposição com réplicas dos vestidos famosos da Princesa Diana, que eu adorei! Quando pequena, sempre via as revistas de moda da minha mãe exibindo especiais com moldes pra reproduzir os vestidos dela e dizia que quando crescesse iria fazer todos! Sempre tive a Diana como um referencial de elegância, essa exposição foi muito bacana pra mim!

mum

Também estava rolando uma exposição das Divas do Cinema, com reproduções dos vestidos de Audrey Hepburn, Marilyn Monroe, Vivien Leigh, Liz Taylor, e muitas outras. Achei as “réplicas” bem difeentes dos modelos usados nos filmes, especialmente o da Audrey em Bonequinha de Luxo. Por ser um vestido tão simples de se reproduzir, achei uma falha enorme. Em compensação, o figurino de My Fair Lady, cem vezes mais complexo, estava impecável.

É definitivamente o passeio pra se fazer com aquela amiga apaixonada por moda, que gosta de analisar looks e conhecer História da Moda. Ainda estava rolando uma sessão de Bonequinha de Luxo que eu certamente teria ficado sentada assistindo, mas marido não gostou nada da ideia, hahaha. Se fosse a minha irmã, já tínhamos até encomendado pipoca.

Website – Av. Ernani Kroeff Fleck, 1810 – São José, Canela/RS

Casa Oi Gramado

CASAOI

Depois de tanto passeio, só queríamos tomar um banho e deitar, hahaha. Mas quem disse que a fome deixava? Depois de descansar um pouco, fomos curtir uma jantinha na Rua Lotada Coberta. Como Fabinho não gosta de fondue, e queríamos um lugar sem complicações, já que estávamos famintos, optamos por ficar ali mesmo na Rua Coberta e jantar na  Casa Oi, um espaço bem bonitinho (sem os luxos todos da serra) que era muito mais a nossa cara do que ficar sem jeito num restaurante chique com garçons arrogantes (encontram-se aos montes por lá!). Comemos muito bem, por um preço super justo e com atendimento nota dez.

Rua Coberta – Gramado/RS

rua coberta gramado

E depois da janta, uma caminhada pela Borges, um namoro às luzes da cidade, uma música boa na calçada…. Aaah, quero voltar correndo pra lá! hahaha Esse foi o nosso segundo dia na Serra! Bem melhor que o primeiro! Se quiserem saber mais, fiquem ligadas nos posts aqui no blog e no instagram @ohtamy.

Beijinho no coração e até o próximo post!

viagem

Viagem para Gramado – #parte1

Oi meninas! Que saudade do nosso cantinho! Chegamos ontem de Gramado/Canela e estava louca pra contar todas as novidades pra vocês. Mas preciso ser sincera, cheguei em casa e tudo o que eu queria era ficar deitada com os pés pra cima e descansar, hahaha. A viagem foi muito muito muito boa, mas igualmente cansativa. Cheguei em casa um trapo! Mas eu vou contar tudo explicadinho pra vocês aqui no blog, timtim por timtim.

Queria fazer um diário contando tudo, desde como arrumar as malas, se preparar pra viagem, e tudo o mais, mas já existe tanto disso por aí nos blogs/youtube de meninas que conseguem fazer vídeos tão mais lindos do que eu, que decidi pular essa parte e ir realmente ao que interessa. Vamos falar da viagem em si, num post dividido em 3 partes, ok? Um para cada dia de viagem!

Gramado dia 1 – 10/out (sábado)

Partimos de Rio Grande por volta das 7h da manhã. A viagem correu super bem, mas quando chegamos há mais ou menos uns 20min de Gramado encontramos a estrada interditada por causa de um deslizamento de terra e tivemos que fazer uma volta que vocês nem imaginam! Passamos por uma estrada de terra e saibro, super íngreme e que ficava pertinho de um precipício super comum na serra gaúcha. Isso atrasou nossa viagem em quase 2 horas (chegamos perto das 15h), mas pelo menos (com a ajuda de papai do céu) chegamos vivos e bem! hahaha

Chegando em Gramado, ficamos hospedados em um apartamento que alugamos, localizado pertinho da rodoviária. Alugamos o apê pelo site do Booking e foi super tranquilo! A proprietária é um amor, o apê era hiper limpinho e tinha tudo o que pudéssemos precisar: louças, eletrodomésticos, wi-fi, tv por assinatura, tudo direitinho.

gramado1

O dia estava bem cinza, meio friozinho, então aproveitamos pra caminhar um pouquinho, esticar as pernas depois de tantas horas dentro do carro e relembrar de como era a cidade. Passeamos bastante, tomamos um chocolate quente gostoso, ouvimos uma boa música na Rua Coberta, como é bom estar em Gramado!

gramado4

Depois de tanto bater perna, optamos por jantar num rodízio de pizza. A nossa vontade mesmo era jantar na Pizzaria Cara de Mau, que ficava menos de uma quadra de distância do nosso apê, mas o rodízio estava custando 57 reais por pessoa, sem incluir custo com bebidas e taxa de serviço! Então descobrimos a Pizzaria Scur, que é do mesmo proprietário da Cara de Mau, com um preço muito mais bacana: 35 dilmas por pessoa!

Pizzaria Scur Gramado

Pena que não podia tirar foto dentro da pizzaria, então só tirei da fachada 🙁

Look Gramado Pizzaria Scur

Look do casal gordinho no insta @ohtamy

Gente, arrependimento zero: muito bom atendimento, sabores deliciosos, as pizzas chegam a cada minuto e você não dá conta de comer tudo. Pra os famintos de plantão, o rodízio ainda inclui sopas e saladas. Maravilhoso! Já tou querendo ir de novo, hahaha #asgordinhapira

Resumindo: o dia começou tenso, mas melhorou e muito! Gramado é uma cidade maravilhosa e tem muito a oferecer! Fiquem ligadas nas postagens, para aparte 2 e a parte 3 da viagem! Bejinhos no coração e até a próxima!