Filmes de julho! – parte 1

- filmes, TV
Julho chegou ao finalzinho e não consegui ver todos os filmes que queria! Especialmente Monsters University. Mas assisti bons filmes e queria compartilhar com vocês aqui no blog. Um dos primeiros filmes que assisti esse mês foi um beem velhinho, que apareceu como sugestão pra mim no Netflix, daí decidi arriscar, porque todo filme que tem Sandy B. só pode ser bom. 

Forças do destino

O filme é bem antigo, e eu não achei assim, a melhor comédia romântica da minha vida, e tem um final bem bestinha, mas adoro da Sandra e todo filme que ela faz, pra mim, vale a pena. Adoro o estilo maluquinha dela no filme, e mesmo não gostando muito do Ben Affleck, acho que formaram um casal bonitinho no filme. 
Adoro cinema: A caminho de sua cidade natal para casar-se, Ben (Ben Affleck) sofre um acidente aéreo. Receoso de pegar outro vôo, decide por seguir viagem por terra, tendo apenas 48 horas para chegar cidade antes do horário marcado para o seu casamento com Bridget (Maura Tierney). Porém, durante o caminho Ben se encontra com Sarah (Sandra Bullock, uma atrapalhada e aventureira jovem que segue caminho juntamente com ele, fazendo com que os dois redefinam suas prioridades para o futuro.

Cadillac Records

Taí um filme que eu não sei o que dizer sobre ele, porque também não sabia o que esperar dele, rs. Queria ver o filme porque acho super interessante filmes baseados em vidas de artistas, e também acabei vendo o filme mais pela participação da Beyoncé, por algum motivo achei que seria bom como foi Dreamgirls, mas na verdade, não é um filme que é bom ou ruim, é apenas um filme que conta como as coisas aconteceram em uma determinada gravadora em um determinado tempo histórico nos EUA. Pra mim, é isso. E a Bey nem aparece tanto, haha.

Adoro cinema: O Chess Records é um pequeno estúdio musical, que de início trabalha o blues, tendo como principais ícones Muddy Waters (Jeffrey Wright) e Little Walter (Columbus Short). Leonard Chess (Adrien Brody) é o produtor do estúdio e tem um ouvido refinado para identificar diferentes tipos de música. Ele acredita que pode ganhar dinheiro ao assinar com talentos ascendentes do meio musical, como o compositor Willie Dixon (Cedric the Entertainer) e Howlin’ Wolf (Eamonn Walker). Leonard os trata como se fosse parte de sua família, o que não é algo simples pela grande quantia gasta para que esta situação aconteça.

Jack Reacher – o último tiro

Gente pára tudo! Nunca vai exsitir um filme com meu Tom que eu não assista. Isso vale até pra Vanilla Sky e Magnolia, que eu DE-TES-TO. Mas esse filme é muito, muito bom. Não que eu curta filmes de porrada e tiro, sabe como é, na verdade essas cenas me dão arrepios. Mas Jack Reacher não é desses filmes bobos que não tem história e os personagens ficam só se metendo em briga toda hora. O enredo do filme é bom, ele te prende a atenção, e não só pelo Tom Cruise em si, mas pela história toda. É um filme bom pra ver com o namorado, já que ele não vai dormir no meio do filme, rs.

Adoro cinema: Um crime brutal foi cometido contra cinco pessoas ao mesmo tempo e um atirador de elite, veterano de guerra, foi acusado pelos assassinatos sem muita chance de defesa. Durante o interrogatório, ele cita apenas o nome de Jack Reacher (Tom Cruise), um ex-combatente com inúmeras condecorações, dado como desaparecido para o governo e autoridades. Só que ele aparece do nada e resolve investigar por conta própria o tal mistério. Sua teoria é que existe uma ligação entre as mortes e o verdadeiro responsável tem outros interesses, procurando desviar a atenção. Só que Jack não desiste da verdade e tem um jeito especial de fazer a sua justiça, doa a quem doer.

Minha mãe é uma peça

Toda vez que assisti um filme brasileiro, foi por puro acaso. Sabe quando você chega na sala e alguém está assistindo um filme, e você acompanha? Pois é. Com esse filme não foi diferente. Saí pra assistir Meu malvado favorito e o cinema tinha mudado o horário das sessões, então, pra não perder a viagem, topamos ver esse filme. E foi simplesmente ótimo, porque eu nunca teria saído de casa para ver um filme nacional (preconceito fail) e o filme é muito, muito, muito bom! Engraçadíssimo, desses que você ri do começo ao fim, a personagem principal é divertidíssima, e foi sem dúvida o melhor filme que já vi nos últimos meses. Recomendo pra todo mundo que gosta de se divertir e dar risada, e que tem, como eu, esse preconceito com filmes nacionais.

Adoro cinema: Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido (Herson Capri), que a trocou por uma mais jovem (Ingrid Guimarães). Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano (Mariana Xavier e Rodrigo Pandolfo), sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia (Sueli Franco) para desabafar com ela suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado.

O filme é tão bom, que vou deixar aqui o trailer pra vocês, não deixem de assistir!!!

Previous Story
Next Story

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply
    Liduh
    2 de agosto de 2013 at 5:02 pm

    Dicas bacanas, Tamy. Já li muito a respeito desse último, e sempre opiniões positivas, quero muito assistir;)
    Beijos!

    Reply

  • Reply
    Gii.
    5 de agosto de 2013 at 6:46 pm

    não vi nenhum desses.. mas quero ver o Minha mãe é uma peça!

    boa semana!
    bjo bjo
    http://www.coisasdegi.com

    Reply

  • Reply
    Déborah-alana
    5 de agosto de 2013 at 6:46 pm

    Amei as dicas de filme, quero muito ver minha mãe é uma peça, adorei a sinopse 🙂 beijinhos

    Reply

  • Reply
    Tamy Brum
    25 de agosto de 2013 at 2:30 pm

    É muito engraçado Gi, você não vai se arrepender!
    Bjos

    Reply

  • Reply
    Tamy Brum
    25 de agosto de 2013 at 2:30 pm

    Obrigada Debora! O filme é muito divertido, vc tem que ver, haha. Beijos

    Reply

  • Reply
    Tamy Brum
    25 de agosto de 2013 at 2:31 pm

    Sabe que eu também vi várias pessoas comentando sobre o filme, mas só depois que eu assisti, rs. No final o filme super valeu o ingresso!
    Bjos

    Reply

  • Leave a Reply