Sem categoria

O noivado – parte 2

Oi pessoas! Semana passada eu fiz o post falando sobre o meu noivado, e agora dou continuidade, mesmo já sendo um assunto meio velhinho. Acontece, que, quem leu o post sabe, foi tudo meio que na pressa, e eu nem tive tempo de organizar nada. Daí, depois de todo o acontecido, rolou aquele momento aaahh… tá ligado?

Ah, eu não tenho nenhuma foto pra me lembrar desse momento…
Bom, isso realmente dói um pouco, mas como eu já tinha dito, fui pega de surpresa, a câmera estava dentro da bolsa, e também não me atinei de tirar fotos depois. A maioria das pessoas mais velhas foge das câmeras, e como foi só um anuncio, não fico tããão ressentida assim.
Ah, eu queria um anel de noivado igual nos filmes…
Sim, eu queria. Desde criança. E queria um pedido todo pirlim pimpim, com nós usando uma roupa linda num lugar cheio de fores e tudo mais. Mas como não sou personagem de filme, não temos grana para diamantes e não temos essa tradição aqui pelo Brasil, deixa passar vai. Até porque Fabinho é péssimo nessas coisas.
Ah, a gente podia ter feito um jantar romântico pra comemorar…
Podia mesmo, mas com esse frio, com a nossa falta de grana não deu. Fabinho não entende essas coisas românticas, não temos carro, e aqui na praia só tem quiosque de xis-burguer no calçadão. Daí também não rola né?
Ah, não tinha bolo, flores, festa…
Acho simpático mandar um cartão aos parentes participando do noivado, como de fato fizemos, ou até fazer, ao invés de almoço, uma festinha pros parentes mais intimos (leia-se pais, avós, irmãos). Mas meninas, e especialmente as festeiras com eu, sempre querem uma festinha com bolo, docinhos, fotos pra lembrar depois. Mas a gente reflete e vê que verdadeira alma da coisa não está em nada disso. 
Depois de passada toda a crise dos aaahh, caí na real e vi, que mais importante do que tudo, é o fato de estarmos juntos, e o fato de nossas familias oficialmente aprovarem isso e um passo adiante: o de estarmos unidos para sempre. Não tem certo nem errado pra essas coisas,  e meu lado fresca sempre vai sentir falta de uma festa cheia de fru frus e muitas fotos pra colocar num album lindo. Quem sabe nos chás?

Você também pode gostar...

2 comentários

  1. Verdade… o que importa é o fato de vcs estarem juntos e se amarem! Mas nós mulheres sempre queremos algo elegante para comemorar, mas com coisas simples pode-se fazer algo bem bonito e que fique na recordação sem gastar muito! bjsssss

  2. Gente, quanto tempo não comento aqui, Aff!!
    Querida o que importa mesmo é o momento e felicidade de vocês de que adianta festa, e não ter isso??
    Bjocas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.