musica

Paixonite: Hold it against me

Tudo começou na sétima série. Estava eu assitindo Interligado, apresentado pela semi-anonima Fernanda Lima, e vi aquele clipe. A música era linda, linda. A menina também. Me interessei. Não entendi o nome dela, deixei. No dia seguinte, de novo. Dessa vez um novo clipe. Ela era demais! Tinha maria-chiquinha, um óculos fofinho, e olha! A Sabrina, bruxa adolescente tá no clipe dela! Corri e peguei um papel pra anotar o nome quando aparecer final do clipe. Corri pro meu pai, entreguei o papel e disse: Me traz o CD dessa cantora, POR FAVOR. Ele achou que eu tinha escrito o nome errado, mas depois das Spice Girls, ele aprendeu a sempre confiar no que está escrito. Só que jeu pai não achou o CD. Ninguém conhecia aquele nome a minha cidade. E não, eu não tinha internet. Computador era um sonho distante e a expressão baixar músicas era completamente desconhecida, inimaginável.
Meu pai foi a Pelotas, uma cidade vizinha, e trouxe, do camelô, o CD. Na capa, o nome: Britney Spears: Oops… I did it again. Depois de uns quinze minutos babando na capa, coloquei o danado pra tocar. E foi paixão à primeira ouvida, haha. Pena não ter Crazy, a música culpada de tudo isso, mas quem se importa com esse detalhe?
Na escola, ninguém sabia quem era Britney Spears, a gente tinha a recém superado as Chiquititas, imagine. Mas assim que ingressamos no mundo Capricho/Todatten/Atrevida, Britney e suas letras de música começaram a fazer parte da nossa vida. Mais da minha que de todo mundo. Porque naquela época, só assim a gete tinha acesso a fotos/letras dos nossos ídolos internacionais. Aos poucos, a coleção foi aumentado, Santo camelô! e ganhou outros CDs, e DVDs. Mas ser um fã de Britney Spears não é facil. Britney casa, Britney some, Britney tem bebês, Brit se separa, Brit some, Brit pira na batatinha, Brit fica careca, Brit se droga, Brit faz shows mediocres, some, aparece, some, aparece, e assim vai. Mas fã de verdade nunca desiste. E assistindo o especial MTV for the record, chorando desesperadamente junto com ela, que a gente tem certeza que é fã de verdade.

E o motivo de toda essa declaração é que saiu recentemente o primeiro video do álbum Femme Fatale, Hold it against me, e é claro que tinha que estar aqui no blog. E tudo isso é uma forma de homenagear a minha diva que nunca desiste, mesmo quando ela tenta de todos os jeitos, e dar apoio a esse nvo recomeço, que é o que nós, Britmaniacos, fazemos, é claro.

Você também pode gostar...

4 comentários

  1. Realmente nao é facil… mesmo nao sendo super Britmaniaca (-gostei disso! haha) adoro essa musica dela! e as classicas tbm, é claro..
    um beijo flor, boa semana

  2. ola tamy
    adorei seu bloglegal a dica
    ja estou te seguindo, se puder me seguir agradeço
    beijinhos

  3. o clip é tuuuuuuuudo né Tata?
    meldels, quase morri quando vi
    tava madrugando pra esperar sair HAHA
    LINDA DEMAAAAAAAAAAIS, BRITA t1

    beeeeeijos,amiga.

  4. Apesar de todas as polêmicas que ela causa, sobre as suas atitudes e tals, com as quais eu não concordo muito, hehehe, gosto muito das músicas dela!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.